Google BigQuery

Versão:
2022.3
Last modified: August 11, 2021
Type of Support

Ler & Gravar

Validated On

--

Notas de versão
Versão Descrição
v2.0.1
  • Requer a versão 2019.3 ou superior do Alteryx.
  • Problema resolvido em que a ferramenta de Entrada falharia ao ser executada na galeria sem a configuração de pré e pós-SQL.
  • Pequenas alterações de texto na IU.
v2.0.0
  • Requer a versão 2019.3 ou superior do Alteryx.
  • O suporte para consultas pré/pós-SQL já está disponível.
  • A ferramenta agora é compatível com a funcionalidade Acrescentar existente e Substituir tabela.
  • A ferramenta permite o esquema aninhado de vários níveis.
  • Suporte para tipos de dados repetidos (ou seja, matrizes do BigQuery) já estão disponíveis.
  • A ferramenta é compatível com leitura e gravação de valores Nenhum.
  • A ferramenta agora mostra mais de 50 tabelas por esquema.
  • A ferramenta não falha mais ao usar tipos de dados decimais/numéricos.
v1.0.3
  • Corrigido o erro em que o conector travaria se um conjunto de dados do BigQuery não tivesse nenhuma tabela.
v1.0.2
  • Corrija o problema em que as configurações de valor padrão ocasionalmente não foram respeitadas.
  • Registro em log de produção desativado para impedir problemas de permissões para diferentes instalações/configurações do Designer e oferecer suporte à funcionalidade de fluxo de trabalho agendado.
v1.0.1
  • Corrigido o problema que impedia que os pacotes fossem instalados com sucesso.
v1.0.0
  • Versão inicial – Entrada do Google BigQuery e Saída do Google BigQuery.

 

Ferramentas do Alteryx usadas para conexão

Link
Google BigQuery Input Tool Icon

Ferramenta Entrada do Google BigQuery

Link
Google BigQuery Output Tool Icon

Ferramenta de Saída do Google BigQuery

Autenticação e permissões

Entre em contato com seu administrador do Google Cloud para obter ajuda com suas credenciais do Google BigQuery.

Configuração de autenticação de serviço a serviço

Você pode obter um arquivo de chave JSON de conta de serviço no Console do Google Cloud ou criar uma nova chave para uma conta de serviço existente. Mais informações sobre o Google BigQuery podem ser encontradas no site de Documentação do Google Big Query em Criação e gerenciamento de chaves de conta de serviço.

Configuração de autenticação do usuário final

Obtenha um ID e um segredo do cliente OAuth na página de credenciais do Google Cloud Console. Verifique se o tipo de cliente está definido como Outro.

Use a autenticação de Serviço a serviço sobre a autenticação Usuário final sempre que possível. Gerenciar chaves distintas para vários aplicativos autenticando para a mesma conta de serviço permite a revogação do acesso para um aplicativo específico sem exigir que outros aplicativos atualizem suas credenciais de autenticação.

Permissões de acesso

As permissões para ler e gravar dados em uma conta de serviço de projeto do Google BigQuery devem ser concedidas por meio do Console do Google Cloud. Mais informações sobre permissões podem ser encontradas no site de Documentação do Google Big Query.

Limitações conhecidas

Campos FLOAT do BigQuery

Os campos do tipo FLOAT em uma tabela do BigQuery são automaticamente promovidos a tipos duplos no Alteryx Engine. Portanto, você pode conferir decimais extras na entrada de valores e depois na saída de volta para o Google BigQuery.

Profundidade máxima de registro aninhado e repetido

Registros aninhados e repetidos têm suporte na profundidade de um nível. Registros trocados e repetidos aninhados com mais de um nível de profundidade não são compatíveis. Mais informações sobre registros aninhados e repetidos podem ser encontradas no site de Documentação do Google BigQuery.

Nivelação de registro aninhado e repetido

Na entrada

Ao extrair registros aninhados ou repetidos de uma tabela do Google BigQuery, o fluxo de trabalho do Alteryx nivela os registros aninhados e repetidos de acordo com este esquema de nomenclatura:

Um registro aninhado nested_attr da coluna de nível superior top_attr cria uma nova coluna chamada nr_top_attr_nexted_attr.

Na saída

Ao enviar registros do fluxo de trabalho do Alteryx para uma tabela existente do Google BigQuery, a necessidade de dobrar campos de registro em registros aninhados e repetidos é especificada renomeando campos de registro que fluem para o conector de saída para seguir essas convenções de nomenclatura.

Um registro nested_attr que deve ser aninhado na coluna de nível superior top_attr deve ser renomeado para nr_top_attr_nested_attr.

Um registro nested_attr que seja aninhado e repetido um número arbitrário de vezes sob a coluna de nível superior top_attr deve ser renomeado para nrr_top_attr_{repetição_index}_nested_attr. Todas as repetições que contêm todos os valores NULL nos campos aninhados são descartadas antes da chamada da API para inserir novas linhas na tabela do Google BigQuery. Isso implica que os registros no fluxo de trabalho do Designer podem ter um número arbitrário de repetições máximas, e nem todos os registros devem ter o mesmo número de repetições.

Esquemas do conector de saída

Os nomes e tipos de campo passados para a ferramenta de Saída do Google BigQuery devem corresponder aos da tabela de destino do Google BigQuery. As colunas que existem na tabela do Google BigQuery, mas que não existem na lista de campos do fluxo de trabalho, produzirão valores nulos para essas colunas nos registros inseridos. Isso provoca um erro no caso em que a coluna de destino não está configurada como ANULÁVEL.

Indicador de progresso de entrada

No caso de haver linhas no buffer de streaming para a tabela selecionada de uma ferramenta de entrada sem uma consulta personalizada, a ferramenta de entrada usará o número estimado de linhas no buffer de streaming relatado pelo Google ao atualizar a porcentagem do indicador de progresso em um fluxo de trabalho em execução. Se a estimativa do Google estiver incorreta, o valor informado no indicador de progresso também poderá estar incorreto.

Caso a tabela que está sendo consultada esteja vazia e o buffer de streaming para essa tabela não esteja vazio, então é possível que o Google estime o número de linhas no buffer de streaming como zero. No entanto, o Google ainda pode retornar linhas do buffer de streaming. Quando isso acontece, você não vê a atualização da porcentagem do indicador de progresso e um aviso é exibido.

Esta página foi útil?

Problemas com seu produto Alteryx? Visite a Comunidade Alteryx ou entre em contato com nossa Equipe de Suporte. Não é possível enviar este formulário? Envie-nos um e-mail.