Spatial Match Icon

Ferramenta Correspondência Geográfica

Versão:
2022.3
Last modified: January 06, 2023

Fluxo de trabalho de exemplo

A ferramenta Correspondência Geográfica tem um fluxo de trabalho de exemplo. Visite Exemplos de fluxos de trabalho para saber como acessar esse e muitos outros exemplos diretamente do Alteryx Designer.

Use a ferramenta Correspondência Geográfica para estabelecer a relação espacial (contém, intersecta, toca etc.) entre dois conjuntos de objetos geográficos. A ferramenta aceita um conjunto de objetos geográficos na entrada "Alvos" e outro na entrada "Universo". Pelo menos um fluxo de entrada deve conter objetos do tipo polígono.

Para obter mais informações sobre a ferramenta Correspondência Geográfica, visite Comportamento da ferramenta Correspondência Geográfica.

Conectar entradas

A âncora de entrada "Universo" (U) nesta ferramenta é opcional (esse arquivo pode ser especificado por meio de um caminho de entrada), conforme indicado pela seta branca de conexão.

Para cada registro do fluxo alvo, a ferramenta Correspondência Geográfica analisa as extensões do objeto geográfico e tenta encontrar um registro no fluxo de dados do universo cujas extensões do objeto geográfico se cruzam com as do alvo. Se for encontrada correspondência com um registro da entrada "Universo", ele será combinado ao registro da entrada "Alvos" e enviado para a âncora de saída "Com correspondência" (M). Se não for encontrada correspondência com nenhum registro da entrada "Universo", o registro da entrada "Alvos" será enviado para a âncora de saída "Sem correspondência" (U).

Configurar a ferramenta

A ferramenta Correspondência Geográfica aceita duas entradas com dados espaciais.

  1. Selecione o objeto geográfico para a entrada Alvos (entrada T). Ao trabalhar com polígonos em ambos os lados, os polígonos fisicamente maiores devem entrar pela âncora "Alvos". Ao trabalhar com polígonos e pontos, o polígono deve entrar pela âncora "Alvos".
  2. Especificar o objeto para a entrada Universo:
    • Usar registros da entrada U: selecione o campo de objeto geográfico dos dados que entram na ferramenta.
    • Usar registros de um arquivo ou banco de dados: ao ler objetos geográficos de uma fonte de dados, certifique-se de que a fonte sendo trazida já tenha sido classificada no objeto geográfico. Certifique-se de que nenhuma conexão esteja entrando na âncora U.
      • Para especificar a fonte de dados de entrada, insira o caminho do arquivo ou navegue até o local da fonte de dados.
      • Selecione o campo de objeto geográfico da fonte de dados no qual as correspondências serão procuradas. Os objetos fisicamente menores devem entrar pela âncora "Universo". Especificar um arquivo .yxdb para importação direta é a maneira mais eficiente de executar a ferramenta Correspondência Geográfica. Na verdade, é uma boa prática converter qualquer arquivo de polígono estático (como regiões geográficas básicas: estados, cidades etc.) em um arquivo .yxdb pré-classificado. Visite Solução de problemas/Perguntas frequentes.

        Correspondências geográficas do Calgary

        Se você especificar um arquivo do Calgary (.cydb), esteja ciente de que o índice espacial do Calgary usa cinco casas decimais de acurácia para compactação e velocidade.  O índice espacial de arquivos .yxdb usa seis casas decimais. Isso acrescenta um erro de arredondamento adicional de até um máximo de 55 centímetros aos índices do Calgary. Em outras palavras, no Calgary é possível que um ponto esteja 55 cm para dentro de um polígono, mas seja identificado como se estivesse fora dele.

  3. Especifique o tipo de correspondência geográfica a ser calculada:
    • Onde o alvo intersecta o universo: corresponde os registros em que ambos os conjuntos de objetos têm qualquer área em comum.

      Mostra a visualização da opção
    • Onde o alvo contém o universo: corresponde os registros em que os objetos do alvo contêm objetos do universo em sua totalidade.

      Mostra a visualização da opção
    • Onde o alvo está dentro do universo: corresponde os registros em que os objetos do alvo estão inteiramente dentro de objetos do universo.

      Mostra a visualização da opção
      ​​​
    • Onde o alvo toca o universo: corresponde os registros em que os objetos do alvo tocam o limite externo de objetos do universo. Para se qualificar como toque, nenhum dos objetos pode ocupar o mesmo espaço interior.

      Mostra a visualização da opção
      ​​​​​
    • Onde o alvo toca ou intersecta o universo: corresponde os registros em que os objetos do alvo compartilham espaço interior com objetos do universo ou tocam o limite externo dos objetos do universo.

      Mostra a visualização da opção  ou Mostra a visualização da opção
    • Onde o retângulo delimitador alvo se sobrepõe ao universo: corresponde os registros em que os retângulos delimitadores do alvo e objetos do universo compartilham espaço interior.

      Mostra a visualização da opção
      ​​​
    • Relação DE-9IM personalizada: os usuários devem estar familiarizados com relações DE-9IM para inserir o valor personalizado.
      Ao trazer objetos do tipo linha para a ferramenta Correspondência Geográfica, a correspondência é baseada somente no retângulo delimitador.

      Mostra a visualização do retângulo delimitador de uma linha
  4. Enviar o objeto de interseção para a saída (apenas intersecta): quando marcada, o polígono de interseção será incluído nas ferramentas de etapas posteriores. Essa opção só é relevante ao fazer a correspondência de polígono para polígono.

Use a tabela na janela Configuração para modificar o fluxo de dados de entrada. Cada linha na tabela representa uma coluna nos dados. A coluna Campo na tabela identifica o nome de cada coluna nos dados e se ajusta automaticamente para acomodar os nomes das colunas (campos) sem cortar nenhum texto (até 40 caracteres).

Pesquisar campos

Antes de começar a atualizar seus campos (colunas), é possível limitar sua lista para poder executar atualizações somente em um subconjunto dos campos. Isso também é muito útil se o conjunto de dados contiver muitos campos.

Para fazer isso, você pode usar a caixa Pesquisar na parte superior da janela Configuração. Insira uma palavra-chave e a ferramenta Correspondência Geográfica pesquisará as colunas Campo, Renomear e Descrição para retornar correspondências. A pesquisa não diferencia maiúsculas de minúsculas.

Image showing the tool Configuration window with the Search box highlighted.

 

Em seguida, você pode executar várias ações (como selecionar, desmarcar, renomear etc.) somente nos campos que foram retornados por meio da pesquisa. Pense na caixa "Pesquisar" como uma maneira de filtrar sua lista de campos para que você possa atualizar apenas um subconjunto de suas colunas de dados.

Para exibir novamente toda a lista de campos, use o ícone "x" para limpar a caixa Pesquisar.

Depois de realizar uma pesquisa, somente um subconjunto de seus campos (colunas) de dados será exibido. Observe que, dependendo da ação escolhida no menu Opções...

  • Algumas ações podem se aplicar somente aos campos sendo mostrados.
  • Algumas ações podem se aplicar a todos os campos, independentemente de quais estão sendo mostrados.
  • Algumas ações podem se aplicar somente aos campos específicos selecionados (destacados) na lista de campos.

Por isso, tenha cuidado ao executar ações em um subconjunto de campos e verifique os resultados para garantir que eles sejam o que você espera.

Selecionar, desmarcar, ordenar e reordenar colunas

Selecionar e desmarcar campos/colunas

Para incluir uma coluna no conjunto de dados, marque a caixa de seleção à esquerda do nome da coluna. Desmarque a caixa de seleção para excluir a coluna. Você também pode usar a caixa de seleção na parte superior da tabela para rapidamente selecionar e desmarcar todos os campos visíveis.

Image showing the tool configuration window with the select all check box highlighted.

Ordenar colunas

Para ordenar as colunas de dados com base no nome da coluna...

  • Clique no nome da coluna para classificar em ordem crescente.
  • Clique no nome da coluna uma segunda vez para classificar em ordem decrescente.

Método de ordenação

A ordem de classificação padrão depende do idioma em que você está usando o Designer. Consulte Configurações de localização para saber mais sobre o Método de ordenação padrão.

Reordenar colunas

Para reordenar as colunas de dados...

  • Clique para realçar uma linha ou clique e arraste para realçar múltiplas linhas.
  • Use as setas Mover para cima ou Mover para baixo ou clique com o botão direito do mouse e arraste para mover as linhas para um novo local.

A coluna "Unknown" é selecionada por padrão. Isso permite novas colunas nos dados. Mova essa coluna para o local onde você deseja que uma nova coluna seja inserida.

Modificar o tipo e o tamanho dos dados

Tipo de dados

Use a lista suspensa Tipo para alterar o tipo de dados de uma coluna em seu conjunto de dados.

Tamanho dos dados

Para alterar o comprimento (número de caracteres para os tipos String e FixedDecimal) ou a medida (bytes para os outros tipos numéricos) permitidos para os dados em uma coluna, clique em Tamanho e digite um número. O tamanho varia de acordo com o tipo de dados e pode ser editado para os tipos numéricos decimais fixos e todos os tipos de cadeia de caracteres.

Use a opção [tipo de dados]: Forçado para garantir que uma coluna sempre contenha o tipo esperado de dados. Isso é útil ao criar macros.

Renomear uma coluna ou adicionar uma descrição

  • Para alterar o nome de uma coluna, selecione o campo Renomear e insira o novo nome.
  • Para adicionar uma descrição, selecione o campo Descrição e insira uma descrição.

Exibir mais opções

Depois de selecionar ou destacar linhas (colunas de dados) na tabela, clique no menu suspenso Opções acima da tabela para exibir mais opções de configuração:

  • Salvar/Carregar: salve a configuração dos campos como um arquivo .yxft. O arquivo de tipos de campo do Alteryx é um arquivo de texto que pode ser usado em outros fluxos de trabalho por meio das opções Carregar nomes de campos ou Carregar nomes e tipos de campos.
  • Selecionar: marque ou desmarque todas as colunas ou as colunas realçadas. As opções incluem Selecionar tudo e Desmarcar tudo.
  • Alterar o tipo de campo dos campos destacados: altere o tipo de dados de todas as colunas realçadas.
  • Ordenar: classifique a ordem das colunas em crescente ou decrescente. As opções incluem Ordenar pelo nome dos campos, Ordenar pelo novo nome dos camposOrdenar pelo tipo dos campos e Reverter para a ordem de entrada dos campos. A ordem de classificação padrão depende do idioma em que você está usando o Designer. Consulte Configurações de localização para saber mais sobre o Método de ordenação padrão.
  • Mover: mova as colunas realçadas para a parte superior ou inferior da lista.
  • Adicionar prefixo ao nome dos campos: adicione um prefixo ao nome da coluna selecionada ou realçada.
  • Adicionar sufixo ao nome dos campos: adicione um sufixo ao nome da coluna selecionada ou realçada.
  • Remover prefixo ou sufixo: remova o prefixo ou o sufixo do nome da coluna selecionada ou realçada.
  • Limpar todas as renomeações: remova o novo nome de todas as colunas.
  • Limpar renomeações destacadas: remova o novo nome de todas as colunas realçadas.
  • Reverter tudo para o tipo e tamanho originais: desfaça todas as alterações de tipo e tamanho em todas as colunas e use os valores originais.
  • Reverter destacados para o tipo e tamanho originais: desfaça alterações de tipo e tamanho nas colunas selecionadas ou realçadas e use os valores originais.
  • Esquecer todos os campos ausentes: remova todas as colunas que não estão mais incluídas nos dados.
  • Esquecer campos ausentes destacados: remova todas as colunas realçadas que não estão mais incluídas nos dados.
  • Desmarcar campos duplicados: desmarque a segunda coluna quando existirem nomes de coluna duplicados. Essa opção só está disponível com múltiplas entradas.

Visualizar a saída

A ferramenta Correspondência Geográfica produz um fluxo de dados único ou duplo com uma linha para cada instância em que foi encontrada uma correspondência entre um registro da entrada "Alvos" e um da entrada "Universo". O esquema da tabela de saída é formado agregando os campos de ambos os registros em um registro amplo.

Saídas espaciais

Ao usar ferramentas espaciais, você pode ter mais de um campo de objeto geográfico no fluxo de dados. Ao configurar a ferramenta de saída final, você deve lembrar que arquivos como .dbf, .xls ou .csv não aceitam campos de objeto geográfico e que arquivos espaciais aceitam apenas um campo de objeto geográfico.

Conecte uma ferramenta Navegar a cada âncora de saída para exibir os resultados.

  • Âncora M: os registros deste fluxo "Com correspondência" são os registros em que um objeto do fluxo "Alvos" foi correspondido a um objeto do fluxo "Universo". O objeto do universo e os campos selecionados são combinados ao registro alvo. Um registro alvo pode sair pela âncora "Com correspondência" uma ou várias vezes, dependendo de quantos objetos do universo forem correspondidos a ele.
  • Âncora U: os registros deste fluxo "Sem correspondência" são os registros em que um objeto do fluxo "Alvos" não foi correspondido a nenhum objeto do fluxo "Universo".
Esta página foi útil?

Problemas com seu produto Alteryx? Visite a Comunidade Alteryx ou entre em contato com nossa Equipe de Suporte. Não é possível enviar este formulário? Envie-nos um e-mail.