Skip to main content

Gray icon with file folder Ferramenta Entrada de Arquivo do Microsoft Azure Data Lake

Use a ferramenta Entrada de Arquivo do Azure Data Lake (ADL) para ler dados de arquivos localizados em um Azure Data Lake Store (ADLS) para o fluxo de trabalho do Alteryx. Os formatos de arquivo compatíveis são CSV, XLSX, JSON ou Avro.

Importante

Esta ferramenta não é instalada automaticamente com o Alteryx Designer. Para usá-la, faça o download no Alteryx Marketplace .

Métodos de autenticação

Para entrar no Azure Data Lake Store, você precisa especificar a qual tipo de armazenamento deseja se conectar. Se não tiver certeza do tipo de armazenamento que está usando, pergunte ao administrador do Azure ou verifique a informação no Portal do Microsoft Azure .

Tipo de autenticação do usuário final (básica)

Esse método pode ser usado somente para a nuvem pública do Azure. Para se conectar a uma nuvem nacional ou a um URL personalizado, use o método do usuário final (avançado).

Você precisa da assistência do Administrador do Azure para permitir aplicativos públicos do Alteryx no locatário do Azure da sua organização. Para ver a documentação da Microsoft que descreve as etapas, acesse Estruturar o URL para conceder o consentimento de administrador em todos os locatários no Portal do Microsoft Azure .

Locatário: comum

ID de cliente ADLS para o aplicativo Alteryx Gen2: 2584cace-63ff-47cb-96d2-d153704f4d75

Após essa configuração, você pode usar as credenciais normais da Microsoft para acessar os dados do ADLS.

Para entrar, basta selecionar Conectar e inserir as credenciais da Microsoft para acessar os dados do ADLS.

Tipo de autenticação do usuário final (Avançada)

A autenticação avançada do usuário final é compatível com a autenticação de um ou vários locatários e pode ser usada com aplicativos públicos e privados. Configuração de credenciais no Portal do Azure .

  1. Escolha o Ponto de extremidade da autoridade de autenticação ou defina um personalizado preenchendo o URL do ponto de extremidade , que começa com http:// ou https://.

  2. Preencha o ID de locatário (diretório) , isto é, o identificador exclusivo da instância do Azure Active Directory. Esse identificador rege a assinatura do Azure à qual o ADLS pertence. Para mais informações sobre como localizar o ID de locatário, consulte Como obter ID de locatário na Documentação do Microsoft Azure. Para aplicativos públicos, você pode usar "comum".

  3. ID de cliente (aplicativo)

  4. O segredo do cliente é obrigatório para aplicativos privados.

    Nota

    Para as versões do Designer anteriores à 2020.3, o campo URI de redirecionamento aparecerá e será preenchido de antemão. Nenhuma outra configuração é necessária no modo de uso normal.

  5. Clique em Conectar .

Tipo de Autenticação Serviço a Serviço

A autenticação Serviço a Serviço é adequada para publicar fluxos de trabalho no Server e no Hub. Para mais informações sobre a configuração de credenciais, acesse o Portal do Azure .

  1. Escolha o Ponto de extremidade da autoridade de autenticação ou defina um personalizado preenchendo o URL do ponto de extremidade , que começa com http:// ou https://.

  2. Preencha o ID de locatário (diretório) , isto é, o identificador exclusivo da instância do Azure Active Directory. Esse identificador rege a assinatura do Azure à qual o ADLS pertence. Para mais informações sobre como localizar o ID de locatário, consulte Como obter ID de locatário na Documentação do Microsoft Azure.

  3. ID de cliente (aplicativo)

  4. O segredo do cliente é obrigatório para aplicativos privados.

  5. Clique em Conectar .

Tipo de Autenticação da Chave Compartilhada

A autenticação de chave compartilhada pode ser usada somente com armazenamentos Gen2. Com uma conta de armazenamento Azure, a Microsoft gera duas chaves de acesso que podem ser usadas para autorizar o acesso ao seu Azure Data Lake usando a autorização da chave compartilhada. Para mais informações sobre como usar chaves compartilhadas, acesse o Portal do Azure .

  1. Escolha o Ponto de extremidade de armazenamento ou defina um Personalizado preenchendo o Ponto de extremidade de armazenamento personalizado .

  2. Preencha o Nome da conta de armazenamento , isto é, o nome exclusivo dado ao armazenamento.

  3. Informe a Chave da conta de armazenamento , isto é, a chave de acesso para autorizar o acesso.

  4. Clique em Conectar .

Configuração de ferramentas

Na guia Dados , você pode especificar os dados que quer usar:

  1. Insira o Nome da conta de armazenamento .

  2. Selecione o Nome do sistema de arquivos .

  3. Depois que o armazenamento e o sistema de arquivos tiverem sido selecionados, você pode configurar o caminho do arquivo que deseja ler ou gravar. Você pode especificar o caminho inserindo-o diretamente no campo Caminho do arquivo ou usando o explorador de arquivos.

    Você pode optar por baixar o arquivo localmente para processamento posterior . Isso permite que você processe um arquivo de um tipo de arquivo para o qual a ferramenta Entrada de Arquivo do Azure Data Lake não oferece suporte ou baixe uma cópia offline do arquivo. Escolha o local para salvar o arquivo. O local padrão é %TEMP%.

  4. Para arquivos do Excel, o nome da planilha pode ser informado no campo Planilha localizado no explorador de arquivos. Caso vazio, a primeira planilha será selecionada automaticamente. No caso de arquivos novos, a planilha já vem com o nome "Planilha" predefinido.

Na guia Opções , você pode definir as opções de entrada (as seguintes opções são específicas de algumas extensões usadas):

  • Formato de arquivo (os formatos de arquivo compatíveis são CSV, XLSX, JSON ou Avro)

  • Comprimento máximo do campo

  • Delimitador : o limite específico entre os campos

  • Iniciar importação de dados na linha

  • Caractere de aspas

  • Páginas de código : uma codificação de caracteres de entrada