Skip to main content

Gray icon with bar graph inside Ferramenta Saída do Microsoft Power BI

A ferramenta Saída do Microsoft Power BI usa a API REST do Power BI para carregar um conjunto de dados do fluxo de trabalho do Alteryx para o aplicativo da Web do Power BI. A partir daí, você pode criar e compartilhar painéis contendo qualquer número de visualizações e relatórios de dados. Consulte Microsoft Power BI para obter detalhes adicionais.

Consulte Compatibilidade do Designer com conectores de dados para manter a funcionalidade completa do conector do OneDrive.

Importante

Esta ferramenta não é instalada automaticamente com o Designer. Para usá-la, faça o download no Alteryx Marketplace .

Consulte Limitações de conjuntos de dados Push da Microsoft para ver as limitações e detalhes adicionais.

Devido à limitação da API do Power BI, o Designer não pode gravar valores de DateTime . Converta os valores de DateTime em strings antes de carregar o conjunto de dados no Power BI.

Fazer login no Power BI

O método OAuth é utilizado para autenticação. Você pode tanto usar o aplicativo Alteryx padrão, em Fazer login pelo navegador da Internet , quanto fornecer seu próprio aplicativo de API, em Fornecer informações de autenticação . Consulte Configuração de aplicativo de API personalizado para informações sobre como criar seu próprio aplicativo de API.

Você pode utilizar o aplicativo Alteryx padrão ( Fazer login pelo navegador da Internet ) para programar fluxos de trabalho durante até seis meses. No entanto, se selecionar Usar como entidade de serviço depois de selecionar Fornecer informações de autenticação , você poderá definir a expiração do token de acordo com a política da sua empresa, e os fluxos de trabalho programados não serão associados a um único usuário. Isso é conveniente, por exemplo, se um usuário deixar a empresa e a conta for desativada, fazendo com que os fluxos de trabalho não sejam executados.

A ferramenta Saída do Power BI requer segredo de cliente mesmo ao se conectar com ID e segredo de cliente, e ID de locatário sem usar como entidade de serviço. Entre em contato com o administrador para solicitar o segredo, que é um Valor Secreto , e não um ID Secreto.

Configuração da ferramenta

As etapas a seguir mostram como trabalhar com conjuntos de dados:

  1. Para criar um conjunto de dados no Power BI, acesse a janela de configuração e, depois a guia Dados . Escolha o Espaço de trabalho com o qual deseja trabalhar e selecione Novo conjunto de dados .

  2. Acesse Opções > Opções de saída . Veja se Criar é a opção padrão.

  3. Você pode especificar seus próprios campos Nome do conjunto de dados e Nome da tabela se não gostar dos campos padrão.

    Nota

    Com o Power BI, é possível ter vários conjuntos de dados com o mesmo nome. Por isso convém modificar o Nome do conjunto de dados .

  4. Para trabalhar com um conjunto de dados existente, selecione-o na lista de conjuntos de dados existentes e, na guia Opções do painel de configuração, escolha uma operação para executar:

    1. Acrescentar : acrescenta novas linhas ao conjunto de dados existente.

    2. Substituir (manter colunas existentes) : exclui as linhas existentes (todos os registros no conjunto de dados) e adiciona novas linhas à tabela de acordo com a entrada fornecida. Os nomes das colunas de entrada são ignorados, e a estrutura do esquema existente não é alterada.

    3. Substituir (atualizar colunas) : atualiza o esquema existente por uma estrutura de entrada e adiciona novas linhas à tabela.

      Nota

      Com essa opção, a estrutura do esquema existente muda de acordo com a entrada, portanto, algumas referências no relatório existente podem não funcionar.

  5. Você pode atualizar várias tabelas no conjunto de dados de uma só vez, mas, primeiro, é necessário fornecer o mapeamento entre a conexão de entrada e a tabela existente no conjunto de dados selecionado.