Skip to main content

Práticas recomendadas para a atualização do Server

Embora a atualização de uma versão do Alteryx Server para outra seja um processo simples, existem várias considerações e etapas de preparação que podem ajudar a garantir uma atualização descomplicada. Esta página irá fornecer uma visão geral do processo, incluindo links para documentação útil e uma abordagem passo a passo a considerar ao planejar sua atualização.

Nem todas as etapas ou recomendações deste documento são aplicáveis a todos os ambientes ou instalações. Seu plano pode ser diferente.

Em geral, o processo de atualização deve consistir nas seguintes etapas de alto nível:

As seções a seguir descrevem essas etapas e adicionam narrativa para ajudar no planejamento do seu trabalho. Os links para instruções detalhadas, quando existirem, serão mostrados no texto, e uma lista agregada de todos os links fornecidos neste documento pode ser encontrada na seção  Guias e artigos de ajuda.

Encontre uma lista de verificação dessas etapas na  Server Upgrade Checklist.

A Alteryx e seus parceiros estão disponíveis para ajudar no planejamento e execução de uma atualização. Fale com o seu executivo da conta se precisar de assistência com esse processo.

Nova terminologia

Com o lançamento do Server 2022.3, o termo "Gallery" foi descontinuado e substituído por "IU do Server". Embora o termo herdado ainda exista no software e na documentação no momento da elaboração deste texto, este documento usa "IU do Server" para se referir aos serviços, nós, configurações e outros itens aplicáveis.

Seção 1. Documentar seu ambiente

Capture sua arquitetura e configuração

É necessário ter uma compreensão (e documentação) completa do seu ambiente. No mínimo, você precisa saber:

  • Quantos servidores estão instalados e quais são suas funções?

    • Quantos controladores, instâncias da IU do Server, trabalhadores e servidores MongoDB você tem em cada um de seus ambientes (Desenvolvimento/Controle de Qualidade/Produção)?

    • Você executa um ambiente de alta disponibilidade (HA)?

  • Existe um diagrama arquitetônico que visualiza o ambiente? Se não, esta é uma boa oportunidade para criar um.

  • Que versão de software do Alteryx Server está sendo executada em seu ambiente?

  • Que software adicional foi instalado?

    • Bibliotecas R personalizadas

    • Bibliotecas Python personalizadas

    • Utilitários de terceiros

    • Conectores

      • Nem todos os conectores precisam ser atualizados, e alguns podem não ter uma atualização disponível.

  • Pacotes de dados: insights de local, insights de negócios, Intelligence Suite e assim por diante.

    • A prática recomendada é instalar versões correspondentes desses complementos durante a atualização, se disponíveis.

    • Ferramentas personalizadas projetadas por seus usuários ou baixadas da Comunidade, outras ferramentas e conectores de terceiros comprados ou gratuitos. Faça uma lista desses itens, juntamente com suas versões.

  • As opções de configuração que foram definidas por meio da ferramenta de configuração  Configurações do sistema Alteryx , incluindo, mas não se limitando a:

    • Espaços de trabalho

    • Diretórios de log

    • Configurações de habilitação do Scheduler e do motor

    • Configurações de persistência, incluindo:

      • Tipo de banco de dados

      • Pasta de dados

      • Opções de retenção

    • Configurações da IU do Server (URLs e segurança)

    • Métodos de autenticação e informações de IDP

    • SMTP

    • Usuário run-as

      Nota

      Essas opções de configuração (como configurações do Scheduler, motor, persistência, IU do Server, SMTP, usuário run-as e muito mais) são capturadas em  C:\ProgramData\Alteryx\RuntimeSettings.xml , portanto, um administrador não precisa registrar configurações separadamente. Uma cópia de "RuntimeSettings.xml" fornece tudo isso em um arquivo XML de texto sem formatação.

  • Usuário de logon de serviço

  • Especificações do servidor físico e virtual

  • Versões do MongoDB e Python

    • MongoDB gerenciado pelo usuário : a versão do MongoDB gerenciado pelo usuário é independente de uma atualização do Server. Talvez seja necessário atualizar separadamente seu MongoDB gerenciado pelo usuário em paralelo a uma atualização do Server. No caso da instância gerenciada pelo usuário, a Alteryx não fornece suporte. Para obter mais informações, acesse Política de suporte para versões.

    • MongoDB incorporado : as versões de Python e Mongo incorporado seguem a versão do Server e não precisam ser anotadas separadamente. Para obter mais informações sobre as versões do MongoDB incorporado, acesse  Referência de esquema do MongoDB  ou Política de suporte para versões.

    Nota

    Se você estiver usando a ferramenta Python, verifique a  Server Upgrade Python Tool Environment Checklist antes da atualização.

    Nota

    Sua lista de trabalhos agendados, coleções, fluxos de trabalho e funções de membro faz parte do MongoDB e não é perdida durante a atualização.

Preparamos uma  Configuration and Architecture Checklist para facilitar essa etapa para você. A conclusão dessa lista de verificação irá fornecer uma visão geral da sua infraestrutura e configuração.

Identifique fluxos de trabalho críticos para os negócios

Uma parte importante do planejamento de sua atualização é identificar fluxos de trabalho críticos para os negócios que você deseja proteger e testar como parte do processo de atualização. Geralmente, esses são fluxos de trabalho executados em um cronograma, funcionam como dependências do trabalho em etapas posteriores (dentro ou fora do Alteryx) e/ou fornecem saída/dados críticos para as principais partes interessadas da empresa. Essencialmente, é importante identificar qualquer fluxo de trabalho que, se não estiver disponível por algum tempo significativo, terá um efeito deletério em seu negócio.

Identificar fluxos de trabalho críticos pode ajudar você a escolher a versão correta. Se o fluxo de trabalho crítico contém ferramentas ou conectores que não são compatíveis com uma versão específica, você deve levar isso em consideração ao selecionar sua versão (consulte a  Seção 3  abaixo para o Server Upgrade Version-to-Version Guide). Esses fluxos de trabalho também podem ser modificados para  testes pós-atualização  (abaixo) e incluídos em seu plano de QA.

Crie versões de teste de fluxos de trabalho críticos para negócios

Quando você testa fluxos críticos durante seu controle de qualidade pós-atualização, precisa desabilitar ou editar as saídas que gravam dados em outros sistemas de produção ou produzir saídas que residam no ambiente de produção.

Uma metodologia comum aqui é criar versões de teste dedicadas desses fluxos que ainda acessam os sistemas e diretórios de destino, mas não substituirão dados em arquivos de produção e tabelas.

  • Para operações de dados, altere as saídas para gravar em versões de teste dedicadas das tabelas.

  • Para operações de arquivo, grave arquivos com uma convenção de nomenclatura de arquivo diferente ou em uma subpasta de teste.

Isso permite fazer testes de ponta a ponta que não afetam a produção. Esses fluxos de trabalho de teste devem ser usados em testes de produção pela mesma razão.

Considerações adicionais

Planeje e agende suas atividades de atualização para minimizar a interrupção das operações contínuas da sua organização. Agende a janela de atualização fora do horário comercial normal (se possível) e durante períodos de utilização "mais leve". Por exemplo, não agende durante o fechamento do ano fiscal, processamento de final de trimestre, auditorias mensais etc.

Alguns clientes usam uma janela de atualização para revisitar as versões do sistema operacional (SO) em suas máquinas Alteryx. Trabalhe com seu departamento de TI se isso for algo que você deseja fazer e revise os  Requisitos do sistema . Certifique-se de documentar em seu plano de atualização se você está atualizando o sistema operacional ao mesmo tempo. Se ocorrerem problemas após a atualização do Alteryx, os engenheiros de suporte serão informados sobre eles.

Seção 2. Executar uma verificação de integridade do Server (opcional)

Uma verificação de integridade do Alteryx Server é um recurso valioso para entender os padrões de uso de um ambiente do Alteryx Server. Ele analisa padrões de uso históricos para determinar o quão ocupado o ambiente do Server está, que tipo de atividades de otimização podem ser necessárias e se o ambiente está dimensionado adequadamente.

Se quiser saber mais, entre em contato com seu executivo de contas da Alteryx.

Seção 3. Selecionar uma versão ou versões

Selecione a versão do software do Server desejada. Dependendo da cadência de atualização interna, você pode estar uma ou várias versões atrás da versão atual do software. Existem considerações que se aplicam dependendo do número de versões entre sua versão atual e a que deseja selecionar. A maioria dos clientes não atualiza cada vez que uma nova versão é lançada (pode haver várias versões em um determinado ano), e nem sempre executa a versão atual; muitos clientes optam pela versão anterior à atual.

Nota

Todas as versões principais têm suporte por 24 meses. Se sua organização adotou atualizações pouco frequentes, isso deve ser crítico para sua decisão.

Analise as notas de versão

A primeira etapa do processo de seleção é ler as Notas de versão . Essas notas detalham novos recursos e alterações de programação nas potenciais versões de escolha, correções de bugs e problemas conhecidos.

Entenda o caminho da atualização: onde você está agora e para onde deseja ir

Algumas versões têm considerações adicionais se forem provenientes de determinadas versões anteriores, e algumas não são apropriadas para todos os clientes. Por exemplo, você pode ser obrigado a atualizar seu MongoDB para atravessar entre as versões, ou no caso da versão 2022.3, precisará atualizar o Server e o Designer juntos por causa de aprimoramentos de criptografia de dados no software que tornam essa versão do Server incompatível com versões anteriores.

O site "Suporte e ajuda da Alteryx" tem um Server Upgrade Version-to-Version Guide, que destaca as tarefas e considerações que você precisa ter em mente ao atualizar entre versões do Alteryx Server. O guia é especialmente útil se você estiver atualizando entre várias versões ao mesmo tempo, como migrar da 2019.1 para a 2022.1. Para garantir uma atualização descomplicada, talvez seja necessário executar algumas etapas incrementais.

Selecione sua versão

Agora que você se educou sobre as várias versões disponíveis e as considerações especiais em seu caminho de atualização, você está pronto para selecionar sua versão. A partir daqui, siga para o site  Downloads .

Seção 4. Baixar o software

Visite o Portal de Licenças e Downloads da Alteryx. Você precisa de uma conta para visitar o site. Uma vez lá, você encontrará todos os downloads disponíveis, incluindo, mas não limitando-se a:

  • Alteryx Server (versões atual e anteriores)

  • Alteryx Designer

  • Alteryx Intelligence Suite e dados de insights

  • Drivers de banco de dados compatíveis com o Alteryx

Baixe todo o software necessário e avance para a próxima etapa do processo. Para obter ajuda para baixar, visite a página de ajuda  Baixar e instalar um produto .

Paridade de versão

Em geral, a prática recomendada é manter o Server e o Designer na mesma versão. Então, baixar o instalador do Designer correspondente neste momento faz mais sentido. No entanto, como a atualização do Designer em uma grande base de usuários requer planejamento e recursos adicionais, talvez você não queira concluir a atualização ao mesmo tempo que a atualização do Server.

O Server é geralmente compatível com versões mais antigas do Designer, com a ressalva de que novos recursos compatíveis com a versão escolhida do Server não estarão disponíveis em versões mais antigas do Designer.

No caso do Server e do Designer 2022.3, essa compatibilidade com versões anteriores não existe devido a aprimoramentos de criptografia de dados em toda a plataforma. Se você está planejando atualizar para ou além desta versão, o Designer deve ser atualizado ao mesmo tempo. Existem instruções especiais encontradas na página de ajuda  Ferramenta de preparo para migração  para preparar uma atualização para essa versão. Se você estiver tentando baixar uma versão mais antiga que não esteja mais disponível na página  Downloads , entre em contato com a  Equipe de Atendimento .

Seção 5. Executar uma atualização do Server de sandbox/desenvolvedor e testar os resultados

Testar a atualização em um ambiente que não seja de produção e documentar as etapas do processo antes de atualizar seu Server de produção é a melhor maneira de garantir que o processo seja executado sem problemas em seu ambiente de produção e que seus fluxos de trabalho críticos para os negócios e ferramentas de terceiros continuem sendo executados conforme esperado. Caso isso não aconteça, há a oportunidade de explorar e corrigir esses problemas e adicionar essas etapas de correção ao seu plano de atualização de produção. As etapas que você seguir nessa atualização de teste, além de quaisquer etapas adicionais de correção que adicionar na fase de controle de qualidade, serão seu "roteiro" de atualização para produção.

Idealmente, comece com o Server de sandbox/desenvolvedor/teste da mesma versão e atualize-o. Consulte o artigo da  Comunidade do ambiente de sandbox do Alteryx Server para obter mais informações sobre ambientes de sandbox.

Se você tiver um  ambiente de vários nós , o teste ainda será eficaz em uma única máquina que execute Controlador + IU do Server + Trabalhador. Da mesma forma, se você tiver um MongoDB gerenciado pelo usuário, restaurar um backup de banco de dados para o MongoDB incorporado da máquina de teste pode ajudar a validar a atualização. Entre em contato com seu executivo de contas para obter informações sobre uma licença de sandbox.

No mínimo, você deve instalar a versão escolhida do Designer na máquina de um usuário para testar fluxos de trabalho críticos na nova versão. As instruções podem ser encontradas na página de ajuda "Instalar duas versões do Designer na mesma máquina".

1. Execute um backup

Execute um backup para:

2. Execute verificações pré-atualização

Você pode evitar muitos problemas de atualização do Server executando as verificações pré-atualização/fluxo de trabalho encontradas no artigo  Alteryx Server: verificações pré-atualização da Comunidade. Este procedimento aborda os problemas mais comuns que um cliente enfrentará ao realizar uma atualização e lista as soluções/etapas recomendadas para cada um.

É importante executar as verificações pré-atualização em cada um dos seus ambientes antes de executar a atualização. Por exemplo, você está testando em uma máquina de desenvolvimento, então desejará executar novamente as verificações em seu ambiente de produção e realizar as etapas indicadas antes de concluir essa atualização.

Desabilite o Scheduler nos nós de trabalho durante as atualizações

Por padrão, os agendamentos que deveriam ter sido executados enquanto o Server estava sendo atualizado serão retomados assim que o Server e os nós forem reiniciados. Tenha isso em mente ao executar a atualização de teste em seu sandbox, pois você provavelmente não quer que os fluxos de trabalho sejam executados e impactem seus sistemas de produção.

Recomendamos desabilitar todos os agendamentos antes da atualização e determinar o que deve ser executado individualmente.

Se você não quiser que os agendamentos sejam executados quando o serviço for iniciado:

  1. Execute as Configurações do sistema Alteryx em cada Trabalhador (e nó principal do Server).

  2. Desmarque  Trabalhador  Geral  Executar trabalhos não atribuídos .

  3. Forneça ao Trabalhador uma tag de trabalho exclusiva (por exemplo, "UPGRADETESTING").

Como alternativa, entre em contato com o  Suporte ao Cliente  para obter assistência na exclusão de todos os agendamentos.

3. Execute a atualização

Executar a atualização é um processo simples se você estiver atualizando no local. Existem etapas diferentes se você estiver executando uma nova instalação da nova versão em uma máquina de destino, incluindo a aplicação de licenças que não fazem parte do caminho de atualização. As licenças ativas existentes continuam a funcionar em máquinas atualizadas sem intervenção. As etapas gerais de atualização são mostradas em  Instalar ou atualizar o Server .

As diferentes instruções para novas instalações e atualizações no local são detalhadas, e o documento inclui links para arquivos/artigos de ajuda associados sobre licenciamento, requisitos do sistema, listas de verificação preparatórias, atualizações do MongoDB e muito mais. Muitos deles estão incluídos na seção  Guias e artigos de ajuda  no final deste documento.

Tenha em mente que as Ferramentas preditivas devem ser atualizadas com a instalação principal. Se você tinha um conjunto de usuários de logon de serviço, precisa configurá-lo novamente após a atualização; as atualizações removem e reinstalam o Alteryx Service.

Atualizar um ambiente de vários nós

Em ambientes de vários nós, todos os nós devem ser atualizados para a mesma versão e devem ser desligados na ordem mostrada na seção "Desligamento" do documento no artigo  Como reiniciar os serviços em um Alteryx Server de vários nós da Comunidade.

Depois de atualizar todos os nós, siga a ordem de reinicialização adequada listada na seção "Inicialização" do mesmo documento.

Quando tudo estiver funcionando, atualize todos os conectores, pacotes de dados, drivers, complementos (como o Intelligence Suite) e ferramentas de terceiros necessários.

4. Teste e faça controle de qualidade da atualização

Agora que o software do Server e todos os conectores aplicáveis foram atualizados, é hora de começar a testar.

Alteryx Services

Os primeiros testes são básicos e você pode encontrá-los na seção "Teste" do Server Upgrade Checklist.

Você pode:
  • O Alteryx Service está em execução?

  • Você pode:

    • Acessar o URL do Server?

    • Mover entre páginas de administrador e visualizar usuários, coleções e assim por diante?

    • Publicar um fluxo de trabalho do Designer para o Server?

    • Executar o fluxo de trabalho?

    • Se sua configuração permitir, salvar e executar um fluxo de trabalho especificando suas credenciais?

Opções de configuração

Em seguida, examine as opções de configuração na ferramenta de configuração Configurações do sistema Alteryx para garantir que nenhuma configuração foi perdida. Essas configurações foram documentadas na seção  Documentar seu ambiente . Se há alguma alteração que você precisa fazer, como configurações de persistência, configurações SMTP etc., agora é hora de fazê-las. Além disso, anote essas alterações para reutilizá-las em seu ambiente de produção atualizado.

Nota

Algumas configurações são alteradas ativamente em algumas das atualizações. Por exemplo, a versão 2022.1 definiu o AMP para o Server e alterou o número de fluxos de trabalho permitidos para serem executados simultaneamente.

Verifique sempre as Notas de versão para obter mais informações.

Conectores e drivers

A próxima etapa é testar seus conectores e drivers para sistemas críticos, como conectores do SharePoint e O365, e conectores ODBC/OleDB para SQL Server, Snowflake, Databricks e assim por diante. Verifique se você pode conectar, ler e gravar dados.

Fluxos de trabalho críticos

Agora, teste os fluxos críticos para os negócios e os que utilizam os conectores também documentados na seção  Documentar seu ambiente . Esse conjunto de testes usará as versões de teste dos fluxos de trabalho criados na seção  Crie versões de teste de fluxos de trabalho críticos para negócios  deste guia. Se você executar versões de produções não modificadas desses fluxos, seus destinos de produção serão afetados como se esses fluxos estivessem sendo executados normalmente.

Scheduler e IU do Server

Por fim, se você estiver executando o Scheduler e a IU do Server, teste também:

  • Um fluxo de trabalho pode ser agendado e é executado?

  • Os aplicativos analíticos são executados corretamente?

Importante

Certifique-se de que os aplicativos que você publicar e agendar/executar neste ambiente não sejam versões de produção. Se você executar versões de produções não modificadas desses fluxos, seus destinos de produção serão afetados como se esses fluxos estivessem sendo executados normalmente.

5. Anote os erros e obtenha ajuda

Catalogue os problemas que seus testes descobrirem, como:

  • Serviços que não iniciam ou relatam erros.

  • Falhas no esquema do MongoDB ou migrações de criptografia.

  • Fluxos de trabalho que não são executados ou que são executados com resultados ou erros inesperados.

  • Conectores que não funcionam.

  • Erros no MongoDB.

Server Upgrade Checklist inclui algumas etapas comuns de solução de problemas na última seção. O Suporte ao Cliente pode ajudar se você tiver um erro no processo de atualização e não conseguir resolvê-lo com as etapas comuns de solução de problemas mostradas no guia. Seu executivo de contas pode fornecer opções, se você quiser assistência no planejamento ou na execução de uma atualização.

6. Execute uma reversão/restauração

Se você não conseguir resolver problemas que foram descobertos durante a fase de teste e de controle de qualidade, é hora de fazer uma reversão ou restauração. Antes de reverter ou restaurar, talvez seja necessário reunir arquivos de log das máquinas do Server para fornecer ao Suporte ao Cliente ou para revisão interna antes da próxima tentativa de atualização. Se você tiver um snapshot/backup, poderá reverter para ele agora e planejar sua próxima tentativa de atualização. Se uma metodologia de snapshot não é possível, você pode seguir a metodologia de reversão convencional mostrada no  artigo "Tutorial: Downgrade do Alteryx Server" da Comunidade .

Seção 6. Agende a atualização de produção

Uma vez testada com sucesso a atualização em seu ambiente de não produção e documentado seu processo de atualização, é hora de planejar a atualização do ambiente de produção.

Nota

Sua atualização de produção deve seguir o "roteiro" que você criou em seu ambiente de teste, com alterações específicas para diferenças de arquitetura entre os ambientes. Por exemplo, se o ambiente testado for uma arquitetura de nó único, mas o ambiente de produção tiver nós separados para Trabalhadores e a IU do Server, o ambiente de produção terá etapas de instalação adicionais. Esteja ciente disso durante o planejamento.

Dica profissional : use Notificações do Server  por meio da IU do Alteryx Server como um canal de comunicação adicional para informar os usuários sobre atualizações pendentes. Você também pode postar informações de atualização em sua Comunidade Alteryx interna (por exemplo, SharePoint, Confluence, Yammer, Teams e assim por diante).

Você precisará agendar uma quantidade adequada de tempo de inatividade e informar aos usuários que os fluxos de trabalho no Server não serão executados durante a atualização. Para fluxos críticos para os negócios, os usuários podem executá-los em seu ambiente de teste recém-atualizado, executá-los localmente ou simplesmente planejar a interrupção e informar os públicos afetados em etapas posteriores sobre o atraso.

Se você está planejando atualizar também o Designer, seja por meio de métodos de empacotamento/automação ou processo de instalação manual, planeje o tempo extra e os recursos necessários para concluir as instalações, e informe sua base de usuários também. Lembre-se de que o Server é compatível com versões anteriores do Designer, até a versão 2022.3, mas as versões mais recentes do Designer não funcionam com versões mais antigas do Server. Assim, as atualizações do Server devem sempre preceder as atualizações do Designer.

Importante

Lembre-se de planejar sua atualização em um momento que minimize as interrupções em seu negócio. Consulte  Considerações adicionais  para obter mais detalhes e recomendações.

Seção 7. Executar a atualização de produção

Atualizar o Server

As etapas de nível elevado nesta seção são um espelho das etapas 1 a 6 na Seção 5 . Consulte a seção apropriada para obter detalhes adicionais e links de ajuda.

Atualizar o Designer (opcional)

Uma vez que seu ambiente de produção esteja funcionando, você pode atualizar suas instalações do Designer, se elas forem parte de seu plano. Lembre-se de que o Designer não pode estar em uma versão superior à que foi instalada do Server, e essa atualização afeta diretamente as máquinas dos usuários. As etapas para atualizar o Designer podem ser encontradas em Fazer upgrade do Designer.

Compatibilidade do Designer e do Server

A versão do Designer precisa ser igual ou mais antiga do que a versão do Server à qual está conectada.  A exceção é o Server 2022.3 (ou posterior), que requer pelo menos o Designer 2022.3 devido a alterações na criptografia .

A versão do Designer NÃO pode ser mais recente do que a do Server ao qual ele está conectado.

Apenas a versão (Ano.Versão) precisa corresponder, não o patch específico.

Semelhante a uma atualização do Server, as versões atualizadas do Designer devem ser testadas para garantir que os fluxos de trabalho continuem a ser executados e que as conexões com o Server ainda possam ser feitas. Tal como acontece com as práticas recomendadas para atualizações do Server, planeje testar sua atualização do Designer em um pequeno subconjunto de máquinas de usuário.

Guias e artigos de ajuda

Nesta lista, você pode encontrar links para todos os recursos mencionados neste documento, bem como recursos adicionais que podem ser úteis no processo de atualização do Server.

Preparar para uma atualização

Fazer backup e restaurar seu ambiente

Executar uma atualização

Recursos adicionais